Paiva Couceiro : diários, correspondência e escritos dispersos

Tinha um fim em mente por ele se bateu e por ele sofreu, mas sempre em v o Se a Hist ria de facto escrita pelos vencedores, ent o foi escrita, em Portugal, e desde 1908, contra Paiva Couceiro Por m, o interesse em Paiva Couceiro n o desapareceu, mantendo se vivo at hoje a sua reputa o n o sucumbiu perante os ataques cerrados de gera es de inimigos que o vilificar Tinha um fim em mente por ele se bateu e por ele sofreu, mas sempre em v o Se a Hist ria de facto escrita pelos vencedores, ent o foi escrita, em Portugal, e desde 1908, contra Paiva Couceiro Por m, o interesse em Paiva Couceiro n o desapareceu, mantendo se vivo at hoje a sua reputa o n o sucumbiu perante os ataques cerrados de gera es de inimigos que o vilificaram Tinha ele no o disso quando, escrevendo a Salazar em Novembro de 1937 afirmou Os meus erros s o muitos, sem d vida errare humanum est Mas o Povo Portugu s verdadeiro, seja qual foi a sua cor, tem confian a absoluta no meu desinteresse e no meu patriotismo Conhece me como eu os conhe o.
Paiva Couceiro di rios correspond ncia e escritos dispersos Tinha um fim em mente por ele se bateu e por ele sofreu mas sempre em v o Se a Hist ria de facto escrita pelos vencedores ent o foi escrita em Portugal e desde contra Paiva Couceiro Por m o

  • Title: Paiva Couceiro : diários, correspondência e escritos dispersos
  • Author: Filipe Ribeiro de Meneses
  • ISBN: null
  • Page: 137
  • Format: Hardcover
  • 1 thought on “Paiva Couceiro : diários, correspondência e escritos dispersos”

    1. Uma das melhores formas de conhecer as personagens da nossa história é analisar o que elas escreveram sobre o país e sua conjuntura. Neste sentido, a obra "Paiva Couceiro - Diários, correspondência e escritos dispersos" fornece-nos um manancial de documentação inédita do "herói da rotunda" ao longo de 800 páginas. Ao longo da análise da documentação constatamos não só o seu forte pendor monárquico-integralista mas, acima de tudo, o seu amor à pátria. Um patriota nato que coloca [...]

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *